Você é Autor ou Espectador da sua vida?

AUTOR x ESPECTADOR

O quão disposto você está a passar pelo que tiver que passar pra viver sua melhor versão? Pra viver a vida dos seus sonhos? Para fazer a diferença no mundo?

Você está disposto a passar pelo que tiver que passar pra viver sua melhor versão? A pagar o preço pra viver a vida dos seus sonhos? Saiba como se tornar no autor da sua própria vida

Na vida temos duas opções. Sermos Autores ou Espectadores da nossa vida.

“Ou você assume o papel de autor, ou fica como espectador da própria vida.” Cassiano Freitas

Como assim?

Vou dar exemplos para ilustrar:

Nos relacionamentos:

O Espectador vive na expectativa de um relacionamento feliz e, se não acontece, o típico é querer abrir mão do relacionamento. “Não quero mais, tô de saco cheio, mais fácil ficar sozinho”, etc.

O Autor se compromete em ter relacionamento foda e, quando tiver contratempos, uma serie de ações se abrem pra que o relacionamento foda se realize.

Na vida de forma geral:

O Espectador pensa “vou fazer pra ver se vai dar certo”. Em outras palavras, na expectativa de que dê certo. Se não der, fica frustrado e desiste.

O Autor diz “vou fazer até dar certo”. Se não der, ele reforça o compromisso de fazer até dar certo e ganha ainda mais força para continuar caminhando até que dê.

Distinções entre o Autor e o Espectador – Arquibancada x Dentro do campo

Autor x Espectador

DICAS PARA SAIR DA ARQUIBANCADA E ASSUMIR UMA POSIÇÃO DENTRO DE CAMPO:

PASSO 1:
Pegue as suas dores (coisas que te incomodam) e diga “Hoje eu escolho”…e fale a dor.

Exemplos:
Hoje eu escolho bater ponto. Hoje eu escolho a rotina. Hoje eu escolho o meu corpo como ele é. Hoje eu escolho fazer coisas que vão contra os meus valores. Hoje eu escolho passar muito tempo longe da família. Hoje eu escolho ter pouco ou nenhum dinheiro sobrando pra economizar. Hoje eu escolho não ter a consciência do meu propósito. Hoje eu escolho me sentir perdido, etc

Isso te coloca numa posição de ACEITAÇÃO do momento como ele se apresenta e te tira do sofrimento. Mas não uma aceitação do tipo “ah, a vida é assim e vai continuar assim”. E sim uma Aceitação do tipo “ok, é assim agora, eu aceito, mas vou trabalhar pra mudar.”

PASSO 2:
Substitua a palavra problema (ou dificuldade) por oportunidade* e a palavra passar por aproveitar.

(*Ninguém quer problema, mas todos querem oportunidade. Por isso linguisticamente falando você tende a enxergar uma oportunidade com olhos muito positivos.)

Exemplos:
Hoje eu escolho passar pelo problema de relacionamento com meu cônjuge.
Mude para: Hoje eu escolho aproveitar essa oportunidade no meu relacionamento com meu cônjuge.

Hoje eu escolho passar por esse problema de saúde/financeiro.
Mude para: Hoje eu escolho enfrentar essa oportunidade na minha saúde física/financeira.

Hoje eu escolho passar por esse momento difícil por não ter a clareza do meu propósito. Mude para: Hoje eu escolho aproveitar essa oportunidade de não ter a clareza do meu propósito.

Obs.: – A Oportunidade sempre é uma oportunidade de aprendizado.
Quanto maior o Desafio, maior o ganho, maior o prêmio no final.

PASSO 3:
Assuma a responsabilidade.

Adote a atitude: Eu sou sim dono da minha vida e escolho tudo isso que vivo hoje. Daqui em diante farei novas escolhas.

Como diria Osho,

“Se você sofre é por sua causa, se você se sente feliz é por sua causa. Ninguém mais é responsável. Só você e você sozinho. Você é o seu inferno e o seu céu também.”

PROPOSTA:

Se coloque como responsável e causa nas realizações que você se compromete. Agora seja responsável e causa de todos os compromissos que vão acontecer no futuro. Seja 100% responsável pelo que está acontecendo ou vai acontecer. Seja 100% responsável pela sua própria vida. De como o relacionamento/saúde/dinheiro é na sua vida.

Se esse post te ajudou de alguma forma, saiba mais sobre o Cassiano Freitas clicando AQUI.

Vamo junto! 🙌🏽🌻

Você gostou do conteúdo? Gostaria de mais conteúdos como este? Então nos siga nas redes sociais.

Cassiano Freitas e Mel Talarico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *